NOTA DE SOLIDARIEDADE APASE: Escola Thomázia Montoro – DE Centro Oeste

Em Defesa da Educação e da Vida!

O Sindicato-APASE, legítimo representante dos Supervisores de Ensino da rede pública estadual, vem manifestar sua solidariedade aos profissionais da educação e à comunidade escolar da EE Thomázia Montoro, e aos colegas da Diretoria Centro Oeste, à qual a escola encontra-se vinculada, pela tragédia ocorrida na manhã desta segunda-feira, quando um estudante agrediu, a golpes de arma branca, estudantes e professoras; até ser contido pela própria equipe local.

Sabemos o quanto episódios como este comovem a opinião pública, impactando no cotidiano da instituição sob holofotes, apenas nestas tristes circunstâncias.

Também sabemos que não se trata de fato isolado a fragilidade em que se encontram as escolas públicas estaduais, com equipes defasadas, contratos precários, descontinuidade de programas e implementação de políticas públicas sem o devido diálogo com a comunidade escolar, apenas com o intuito de utilização dos recursos educacionais para angariar benefícios eleitorais e favorecer interesses privatizantes.

A escola pública responde pela formação da imensa maioria da população, já que ao menos 85% das matrículas na Educação Básica ali se encontram.

Tragédias, como a de hoje, nos lembram que não basta a obsessão por medir habilidades e competências em  Língua Portuguesa e Matemática, descuidando da formação integral humanizada e emancipatória, para aferir qualidade educacional. Esta também se faz pelas condições objetivas em que se encontram profissionais, estudantes e a comunidade no entorno.

Também não há o que bradar em nome do punitivismo revanchista, pois este não resolve os condicionantes estruturais que facilitam que episódios, como este, possam se repetir.

O momento agora é de solidariedade às vítimas primárias e secundárias deste triste episódio.
Mas não deixemos que as condições que podem ter contribuído para seu cruel desfecho sejam esquecidas, tão logo sejam substituídas por outras manchetes.

Para cuidar de GENTE há de se investir em GENTE.

A Supervisão de Ensino, por meio do Sindicato-APASE, pode contribuir com este diálogo.

Compartilhe

Mais notícias

Supervisoras são eleitas para CME de Santo André

QUEREMOS SABER: Qual o tema para o próximo Segundou com APASE?

Representantes APASE concorrem ao CME de Santo André